Dermatite Atópica e Psoríase Capilar, saiba as diferenças.

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar
Muito se fala em Dermatite Atópica e Psoríase Capilar. Mas você sabe qual a diferença entra as duas?

Bom, vamos explicar as diferenças.

Geralmente a Dermatite Atópica pode ocorrer aproximadamente a partir do 3º mês de vida, ocorrendo também na vida adulta. 

Ela se manifesta da seguinte forma na pele:

  • Coceira
  • Secura
  • Descamação 

Mas existe também a diferença entre as localidades em que surge a infecção: em crianças, tendem a aparecer na cabeça ou atrás das orelhas. Já nos adultos e jovens, ela se manifesta mais nas dobras do corpo: atrás dos joelhos, cotovelos, mas também na face e no couro cabeludo.

As pessoas mais suscetíveis ao problema são as que possuem bronquite ou rinite alérgica.

As principais causas para desencadear essa infecção são:

  • Pele seca
  • Estresse
  • Fragrâncias ou corantes adicionados a loções ou sabonetes
  • Água muito quente

É de extrema importância que ao descobrir a infecção, corra ao médico e não coce, pois isso poderá piorar a erupção da pele. Para amenizar a coceira, você poderá usar compressas frias, ou até mesmo tomar banhos frios e mornos. Para as crianças o ideal é manter as unhas curtas e bem limpas.

Outro fator muito importante é a hidratação da pele. Use sempre cremes hidratantes ou óleos, no mínimo 2 ou 3 vezes ao dia.

Evitar:
  • Ovos;
  • Roupas de lã e tecidos sintéticos;
  • Sabonetes comuns, detergentes e produtos químicos.

 Já a Psoríase Capilarpode ocorrer em qualquer idade, mas geralmente acontece na juventude, sendo em crianças maiores e adultos os mesmo sintomas:
  • Presença de escamas brancas espessas, aderidas ao couro cabeludo;
  • Placas avermelhadas na pele, bem delimitadas;
  •  Descamação prateada;
  • Coceira no local;
  • Ausência de pelos no local afetado.


      Pode apresentar-se nos joelhos, cotovelos ou couro cabeludo e em alguns casos se espalhando por todo o corpo.

O que foi descoberto até agora, é que a psoríase aparece devido a fatores emocionais, ou genéticos.

Para amenizar a psoríase, recomenda-se usar muito hidratante diversas vezes ao dia, sabonetes neutros ou glicerinados.

Em crianças até 2 anos, a psoríase ocorre na localidade em que ficam as fraldas nos bebês, tendo como manifestação:
  • Vermelhidão ligeiramente brilhante e com bordas definidas;
  • Fere também as dobras inguinais;
  • Pode ou não haver coceira associada.


Pode ocorrer também lesões da psoríase na face, couro cabeludo, tronco ou membros.

Devem-se evitar produtos com:

  • Aromas
  • Corantes
  • Uréia
  • Esfoliantes

Evitar também:

  • Sol em excesso
  • Água quente e buchas

Para roupas, opte por roupas confortáveis e principalmente de algodão, pois elas permitem maior respirabilidade, além de impedir a proliferação de fungos.

Por acontecer muito em jovens, a maior preocupação dos dermatologistas são as tatuagens e piercing. Não é recomendado, pois pode desencadear o aparecimento de maiores lesões nas áreas afetadas.

Lembrando que Dermatite Atópica e Psoríase Capilar não são contagiosas, e quem sofre com elas, também sofre com preconceito.





Para um tratamento de psoríase capilar, aqui na DERMAdoctor, nos temos o Polytar da Stiefel. Ideal para cabelos excessivamente oleosos, ele combate a caspa, além de complementar nos tratamentos de dermatite seborréica  e coceira do couro cabeludo, devido a sua composição: Alcatrão de Pinho 0,3 %, Óleo de Cade 0,3 %, Extrato de Alcatrão mineral 0,3 %. Além disso, ele ajuda a diminuir a coceira, escamação, manchas causadas pela psoríase. Limpando completamente e removendo as caspas causadas pela inflamação.
Confira esse e outros produtos da marca clicando aqui













2 comentários sobre “Dermatite Atópica e Psoríase Capilar, saiba as diferenças.

  1. Existem diversos tipos de psoríase, cada qual requer um tratamento específico, eu conheço um programa de tratamento gratuito muito bom, tenho colegas que fizeram e gostaram muito do resultado, eles possuem especialistas na área que ajudam você a entender melhor a doença, o site é http://www.programaqualitycare.com.br vale a pena dar uma olhada
    Espero que possa ajudar!
    Abraços
    Sayuri

  2. Existem diversos tipos de psoríase, cada qual requer um tratamento específico, eu conheço um programa de tratamento gratuito muito bom, tenho colegas que fizeram e gostaram muito do resultado, eles possuem especialistas na área que ajudam você a entender melhor a doença, o site é http://www.programaqualitycare.com.br vale a pena dar uma olhada
    Espero que possa ajudar!
    Abraços
    Sayuri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.