Protetor Solar – Dicas para Proteção Máxima da Pele

Protetor Solar – Dicas para Proteção Máxima da Pele
Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

O básico é fácil, aplicar protetor solar liberalmente e repetir com frequência. Mas há mais a ser feito se desejar obter o máximo de proteção a partir de raios danosos.

Conhecer os números

Um protetor solar com FPS de 15 filtra em torno de 93 por cento de raios UVB causadores de câncer, enquanto um FPS de 30 protege contra 97 por cento deles. FPS 50 interrompe 98 por cento, e FPS 100 interrompe 99 por cento. Assim, quanto mais alto o FPS, mais a diferença marginal, e nenhum protetor solar é capaz de proteger de todos os raios UVB.

Raios A

Ambos os raios UVB e UVA contribuem para câncer e envelhecimento prematuro da pele, mas UVAs são complicados, eles não causam queimaduras. Para assegurar que o protetor solar está sendo eficiente procurar por termos “amplo espectro”, “multi espectro”, ou “proteção UVA e UVB”, na embalagem.

Certificar-se de aplicar o suficiente

Na média, as pessoas aplicam um quarto do protetor solar exigido para obter o FPS indicado no frasco. Adultos precisam usar em torno de duas colheres de chá se estão usando roupas que expõem seu rosto, braços e pescoço, ou duas colheres de sopa para o corpo todo.

Uma porção do tamanho de uma moeda deve cobrir o rosto apenas. Reaplicar ao menos a cada 2 horas. A atenção com a quantidade e frequência do protetor solar é fundamental para garantir a proteção.

Verificar condições do frasco e validade

Se um frasco está abandonado há um tempo, agitar antes de aplicar. Isso vai misturar novamente os ingredientes e certificar que obtenha as proporções corretas na pele. O protetor solar não retém sua eficácia por mais do que 3 anos, assim jogar fora se não estiver na data de validade.

Atenção com os olhos

Não é apenas a pele que pode queimar, a superfície do olho é vulnerável também. Mesmo se não perceber quaisquer sintomas de queimadura no olho, dor, vermelhidão, lágrimas, sensibilidade à luz, inchaço e dor de cabeça, os raios UV poderiam ainda estar causando dano que poderia levar à catarata ou pterígio no longo prazo.

Não sair sem óculos de sol que bloqueia UV. A proteção vem de uma química invisível nas lentes, assim evitar julgar a capacidade dos óculos de proteger com base na cor ou escuridão. Ler as informações do produto, portanto.

Considerar o ambiente

A exposição aos raios UV depende de onde a pessoa está. Quanto mais próximo ao equador, mais forte serão. O mesmo segue para altitude. A cada 1000 metros que escalar, níveis UV sobem em torno de 10 por cento. Nunca descuidar por causa das nuvens, mesmo quando o céu está completamente encoberto, até 40 por cento dos raios UV ainda alcançam o solo. Muitas das queimaduras mais sérias ocorrem em dias cinza, porque as pessoas se enganam e acreditam que não precisam de proteção.

Variações no FPS

Qual o motivo de haver FPS como 8 ou 15? A razão é parcialmente histórica e estética. O protetor solar está ficando cada vez mais puro e não oleoso, mas é mais fácil fazer uma textura agradável em 15 do que em 50.

Enquanto seja melhor usar alguma coisa do que nada, vale ressaltar que protetor solar de FPS inferior não é suficiente para quantidades prolongadas de tempo fora. Exagerar a eficácia destes produtos pode ser perigoso como não usar nenhum protetor solar.

Cobertura total

Aplicação deve ser completa para pele exposta, áreas esquecidas incluem orelhas, pescoço, topo dos pés, parte traseira dos joelhos e costas superiores de difícil alcance. Se estiver usando maquiagem, aplicar protetor solar antes, ingredientes ativos do protetor solar precisam ter contato direto com a pele para fazer seu trabalho. Enquanto o protetor solar possa ser aplicado imediatamente antes de sair, esperar 20 minutos para secar pode ajudar a deixar no lugar.

Resistente, mas não à prova d’água

Alguns produtos são resistentes à água, o que significa que vão proteger a pele por mais tempo antes que a água ou transpiração removam. Isso não significa que pode nadar ou suar tanto quanto deseja sem colocar mais protetor solar.

Manter em mente que enquanto a água absorva alguns raios UV, há ainda suficiente para queimar próximo da superfície, e pode não perceber porque está resfriado. Se o protetor solar é resistente à água ou não, reaplicar uma vez que voltar para o seco. Mais um detalhe para ter atenção em relação ao uso de protetor solar no mar ou nas piscinas, por exemplo.

Câncer de pele

A pele mais escura é menos suscetível ao dano UV, mas ninguém está imune ao câncer de pele. Além disso, quando o câncer de pele se desenvolve em pessoas com tom de pele escuro, tende a passar despercebido por mais tempo e crescer mais mortalmente. O protetor solar é recomendado para todos os tons de pele, vale lembrar de fato.

Blog Dermadoctor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.