Você Sabe Escolher Seu Protetor Solar?

Cremes Anti-Idade São Eficientes para Eliminar Rugas?
19 de novembro de 2019
Pequenas Mudanças para Uma Vida Mais Saudável
22 de novembro de 2019

Você Sabe Escolher Seu Protetor Solar?

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

Com a chegada dos dias quentes, é inevitável considerar pensar mais sobre a proteção da pele, algumas informações são necessárias para compreender e escolher o produto perfeito a usar. Um guia básico para selecionar o protetor solar ideal ao tipo de pele que tem, e como maximamente aproveitar o verão sem danos permanentes causados.

Função do Protetor Solar

            Para quem precisa de pequeno empurrão para integrar o protetor solar na rotina de beleza, é bom saber que o efeito da radiação solar nas células da derme se mostra cumulativo, assim, quanto maior a proteção diária, o risco é menor no longo prazo.

            Para a rotina, em especial no Brasil, um local geograficamente na região de índice alto da radiação solar pelo ano inteiro, há exposição para sol em intervalos escolares, trânsito, mais. Isto tudo importa como exposição para radiação.

            Assim, até nos dias nublados, a pessoa se encontra sujeita para efeito de radiação solar, e isto apresenta direto resultado na derme. É recomendada proteção solar não apenas ao trabalhar o próprio bronzeado, porém, diariamente, pelo ano todo.

            E alguns tipos de radiação, de exemplo a UVA, são capazes de passar inteiramente as nuvens e alcançam a pele, dessa forma, pular esta etapa na rotina de beleza dizendo que não há sol, não confere.

Proteção Solar para Cada Tipo de Pele

            O protetor solar varia segundo o tipo de pele em questão. A pele mais clara demanda fator de proteção superior. Isto ocorre devido à quantidade de melanina, ou seja, pigmento que confere cor para pele, no corpo.

            E a mulher de pele clara e loira naturalmente possui produção baixa de melanina, o que demanda protetor solar de FPS muito alto, pelos 50 ou mais, ao corpo e rosto.

Protetor Solar para o Rosto

            Quando for selecionar o produto, é indicado ter atenção com as prioridades que cada um oferece. Ao falar de fator de proteção, não importa se o protetor é para corpo ou rosto, este vai igualmente fazer o trabalho. Fato é que determinados produtos elaborados ao corpo têm substâncias que transformam estes nos comedogênicos, podem ocasionar espinhas.

            E, também podem causar sensibilidade na derme do rosto, mais sensível e fina, ou irritação no olho. Escolher produto particular ao rosto, que evitará desenvolver estas espinhas, e auxiliar no geral em controlar sensibilidade e oleosidade da derme. Lembrar de consultar o dermatologista também para entender de modo exato qual a exigência da face. Isto auxilia ainda em escolher o produto correto para si.

Como Escolher o Protetor Solar?

            Para quem procura produto que seja específico à derme do rosto, maior o fator de proteção, vai ser melhor, em especial se lidar já com manchas. Mais um detalhe de importância é que PDD, que faz medição de fator de proteção UVA, deve se resumir correspondente para um terço do fator do produto de proteção total, é indicado verificar a embalagem para encontrar tal informação.  

            Mais um fator de destaque aqui se relaciona com aderência à pele. Sendo a lógica a mesma de FPS, é melhor quanto maior a aderência. Versões no gel-creme se mostram mais aderentes em comparação com as disponíveis em gel, e sendo menos pesadas do que comuns cremes. Procurar produtos que se caracterizam resistentes para água é bom também.

            Já que o Brasil é país enorme, algumas regiões fazendo calor e sol pelo ano todo, o recomendado é integrar o protetor solar no dia a dia. O indicado é FPS 30 à aplicação diária e, para além da exposição direta para sol, o FPS 50. Por exemplo, ficar na beira da piscina, ou fazer corrida ao ar livre.

            Já que é mais seco o inverno do Brasil, protetor em creme é mais tolerante e pode auxiliar quando se fala em ressecamento da derme, em especial em regiões urbanas, em que taxa de secura no ar para essa estação é bem alta, portanto.

Protetor Solar com Cor

            O protetor solar com cor se mostra o melhor tipo de filtro. Pigmento de cor atualmente se caracteriza elemento protetor de radiação. Entende-se já que a luz visível é a responsável pelas manchas e envelhecimento, assim, o público principal aos filtros com cor se resume os que apresentam facilidade às manchas.

Porém, devido ao efeito no envelhecimento celular, há ganho com sua utilização. Sobre a luz visível, trata-se da radiação diferente de UVB e UVA, seria assim terceira radiação solar que possui efeito na pele.

            Ao se queimar, certamente para aliviar ardor e vermelhidão, algumas dicas são efetivas neste momento, que dizem respeito ao banho, e beber bastante líquido. Ao tomar banho, muita atenção para não piorar o caso.

            De fato, já que a pele está vermelha e quente por causa da excessiva exposição para o sol, é ideal evitar usar esponja, esfoliante e água quente na área afetada. Sabonete deve funcionar de hidratante para que a pele não fique irritada e mais ressecada.

Aplicar óleo de banho para retornar a sensação do frescor. Mais uma dica é beber bastante líquido. Tomar muita água gelada, água de coco e sucos naturais. Assim, tais bebidas combatem desidratação ocasionada por expor-se ao sol.

Venha conhecer nossa loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.