Dermatite Atópica e Psoríase Capilar, saiba as diferenças.

TOP 1 #4
19 de setembro de 2013
Problemas com acne?
24 de setembro de 2013

Dermatite Atópica e Psoríase Capilar, saiba as diferenças.

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar
Muito se fala em Dermatite Atópica e Psoríase Capilar. Mas você sabe qual a diferença entra as duas?

Bom, vamos explicar as diferenças.

Geralmente a Dermatite Atópica pode ocorrer aproximadamente a partir do 3º mês de vida, ocorrendo também na vida adulta. 

Ela se manifesta da seguinte forma na pele:

  • Coceira
  • Secura
  • Descamação 

Mas existe também a diferença entre as localidades em que surge a infecção: em crianças, tendem a aparecer na cabeça ou atrás das orelhas. Já nos adultos e jovens, ela se manifesta mais nas dobras do corpo: atrás dos joelhos, cotovelos, mas também na face e no couro cabeludo.

As pessoas mais suscetíveis ao problema são as que possuem bronquite ou rinite alérgica.

As principais causas para desencadear essa infecção são:

  • Pele seca
  • Estresse
  • Fragrâncias ou corantes adicionados a loções ou sabonetes
  • Água muito quente

É de extrema importância que ao descobrir a infecção, corra ao médico e não coce, pois isso poderá piorar a erupção da pele. Para amenizar a coceira, você poderá usar compressas frias, ou até mesmo tomar banhos frios e mornos. Para as crianças o ideal é manter as unhas curtas e bem limpas.

Outro fator muito importante é a hidratação da pele. Use sempre cremes hidratantes ou óleos, no mínimo 2 ou 3 vezes ao dia.

Evitar:
  • Ovos;
  • Roupas de lã e tecidos sintéticos;
  • Sabonetes comuns, detergentes e produtos químicos.

 Já a Psoríase Capilarpode ocorrer em qualquer idade, mas geralmente acontece na juventude, sendo em crianças maiores e adultos os mesmo sintomas:
  • Presença de escamas brancas espessas, aderidas ao couro cabeludo;
  • Placas avermelhadas na pele, bem delimitadas;
  •  Descamação prateada;
  • Coceira no local;
  • Ausência de pelos no local afetado.


      Pode apresentar-se nos joelhos, cotovelos ou couro cabeludo e em alguns casos se espalhando por todo o corpo.

O que foi descoberto até agora, é que a psoríase aparece devido a fatores emocionais, ou genéticos.

Para amenizar a psoríase, recomenda-se usar muito hidratante diversas vezes ao dia, sabonetes neutros ou glicerinados.

Em crianças até 2 anos, a psoríase ocorre na localidade em que ficam as fraldas nos bebês, tendo como manifestação:
  • Vermelhidão ligeiramente brilhante e com bordas definidas;
  • Fere também as dobras inguinais;
  • Pode ou não haver coceira associada.


Pode ocorrer também lesões da psoríase na face, couro cabeludo, tronco ou membros.

Devem-se evitar produtos com:

  • Aromas
  • Corantes
  • Uréia
  • Esfoliantes

Evitar também:

  • Sol em excesso
  • Água quente e buchas

Para roupas, opte por roupas confortáveis e principalmente de algodão, pois elas permitem maior respirabilidade, além de impedir a proliferação de fungos.

Por acontecer muito em jovens, a maior preocupação dos dermatologistas são as tatuagens e piercing. Não é recomendado, pois pode desencadear o aparecimento de maiores lesões nas áreas afetadas.

Lembrando que Dermatite Atópica e Psoríase Capilar não são contagiosas, e quem sofre com elas, também sofre com preconceito.





Para um tratamento de psoríase capilar, aqui na DERMAdoctor, nos temos o Polytar da Stiefel. Ideal para cabelos excessivamente oleosos, ele combate a caspa, além de complementar nos tratamentos de dermatite seborréica  e coceira do couro cabeludo, devido a sua composição: Alcatrão de Pinho 0,3 %, Óleo de Cade 0,3 %, Extrato de Alcatrão mineral 0,3 %. Além disso, ele ajuda a diminuir a coceira, escamação, manchas causadas pela psoríase. Limpando completamente e removendo as caspas causadas pela inflamação.
Confira esse e outros produtos da marca clicando aqui













Venha conhecer nossa loja virtual!

2 Comentários

  1. Sayuri Matsuo disse:

    Existem diversos tipos de psoríase, cada qual requer um tratamento específico, eu conheço um programa de tratamento gratuito muito bom, tenho colegas que fizeram e gostaram muito do resultado, eles possuem especialistas na área que ajudam você a entender melhor a doença, o site é http://www.programaqualitycare.com.br vale a pena dar uma olhada
    Espero que possa ajudar!
    Abraços
    Sayuri

  2. Sayuri Matsuo disse:

    Existem diversos tipos de psoríase, cada qual requer um tratamento específico, eu conheço um programa de tratamento gratuito muito bom, tenho colegas que fizeram e gostaram muito do resultado, eles possuem especialistas na área que ajudam você a entender melhor a doença, o site é http://www.programaqualitycare.com.br vale a pena dar uma olhada
    Espero que possa ajudar!
    Abraços
    Sayuri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *