Como Fazer Detox das Unhas?
12 de fevereiro de 2020
Hábitos Indispensáveis para Pele Bonita e Saudável
14 de fevereiro de 2020

Como Identificar seu Tipo de Pele e os Cuidados com ela

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

Pela rotina agitada, o corpo sente finalmente a adrenalina e reage à mesma de maneiras diversas. Pele, em especial no rosto, se mostra a parte que mais é atingida, pois tem exposição para todos os tipos de impureza, para camadas de make, e mudanças térmicas.

            Há vários cuidados para colocar em prática e a boa notícia é que existe variedade impressionante de produtos disponíveis. Porém, para escolher o adequado tratamento, é necessário identificar o tipo de pele que tem.

Como Descobrir o Tipo de Pele?

            A dica é pegar papel absorvente e dispô-lo em cima do rosto. Se depois o lenço se mostrar engordurado, a pele é de tipo oleosa. Mas se somente a zona T da face, ou seja, nariz, testa, queixo, deixar engordurado o papel, então a pele se caracteriza mista.

            Agora, se a pele não indicar gordura em nenhum lugar, a mesma é seca. E além destas situações, o rosto pode também indicar características de pele sensível, ou características acneicas. Acneicas com espinhas e cravos endurecidos presentes. Estes 2 tipos mostram características que são mais aparentes.

Cuidados para Cada Tipo de Pele

            O dermatologista é o profissional para com precisão afirmar o tipo de pele e cuidados, no entanto, cada tipo de pele indica sinais perceptíveis à olho nu, possibilitando que todos sejam capazes de compreender o tipo de pele, com atenção. Analisar o próprio tipo de pele orientará em seleção dos produtos eficazes que vão atender cada necessidade presente.

– Pele Oleosa

            No caso da pele oleosa, todos sabem da dificuldade em lidar com excessivo brilho e visual incômodo de engordurado pelo rosto. Oleosidade pode estar ligada com muitos fatores, e os mais comuns são utilização inadequada dos produtos de beleza e dermocosméticos a este tipo de pele, não regulação hormonal.

            Além disso, pele oleosa possui tendência do surgimento das espinhas e mostra poros muito dilatados. Mas, ao seguir orientações, a pele vai ficar com aparência mais saudável:

  • Lavar a face usando água fria, com sabonetes que são à base do enxofre e ácido salicílico.
  • Não usar cremes que apresentem na composição nutrientes como uréia, aveia, semente de uva e própolis, pois aumentam mais ainda oleosidade da derme.
  • Lembrar-se que base de efeito mate ajuda em reduzir brilho.
  • Pele que sofre com acne deve passar por adequado tratamento e junto ao médico.
  • Usar sempre filtro solar, e no caso da pele oleosa, dar preferência para os oil free, estes são livres de óleo.

– Pele Seca

            A pele seca, de todos os tipos de pele, é a que mais demanda cuidados, já que existe tendência de rápido envelhecimento com a pele seca, por meio de surgimento das linhas de expressão e rugas.

            Geralmente a pele seca é mais áspera, aparentando sem brilho e frágil. Devido ao ressecamento, pode então descamar e sofrer ainda com sensação do repuxamento que é desagradável. A solução fica em hidratar corretamente a derme. Apostar em produtos para esta finalidade e pode ainda trabalhar em hidratar considerando as próprias escolhas diárias.

  • Usar sabonetes que contenham hidratantes, de exemplo os de glicerina e ceramidas.
  • Não usar produtos com esfoliantes e álcool.
  • Uma boa opção à hidratação da derme é água termal no decorrer do dia.
  • Para o inverno, abusar de creme hidratante.
  • Utilizar filtro solar específico a pele que tem.
  • Para make, preferir bases líquidas, porém, evitar as bases com efeito mate, porque estas geralmente implicam pele mais seca.
  • Evitar banho demorado e com água bem quente.

– Pele Mista

            Trata-se do tipo de pele que é mais comum e caracteriza a que não é seca e nem oleosa. Principal característica dela se resume oleosidade em denominada zona T, portanto, nariz, testa, queixo, a combinar com áreas secas ou normais, regiões dos olhos e bochechas.

            Assim, surge a dúvida, se a pele for mista, vai ter que utilizar 2 tipos de dermocosméticos? Não, o produto é um apenas, porém, de dupla ação. Então, hidrata em lugar que está seco e vai equilibrar brilho em local que se encontra mais oleoso.

            Cuidados quando se fala em pele mista assemelham-se com os da pele oleosa:

  • Higienizar pelo menos 2 vezes por dia.
  • Uso de produtos que são à base de gel, porque não vão acumular em poros.
  • Aplicar hidratantes sem óleo.
  • Mousses e espumas são indicados também, como ainda demaquilante que apresente zinco, porque limpa a make e trata a pele.
  • Uso do filtro solar que é oil free, portanto, livre de óleo.

– Pele Normal

            De modo diferente em relação aos outros tipos de pele, essa é a de menor freqüência. A pele normal se mostra grande exceção, devido, em especial ao fator poluição. A pele normal tem textura saudável e aveludada, de elasticidade boa e chance inferior de ter manchas, espinha, imperfeições.

            Cuidado para pele normal demanda o tratamento básico, ou seja, filtro solar, limpar usando sabonete, e o produto tônico facial. Mesmo que a pele se caracterize equilibrada, é importante evitar dormir com a make. Independente do tipo de pele que tem, a alimentação equilibrada e bastante água são essenciais para manter a derme com saúde.

            Lembrar-se de desenvolver a partir de agora a rotina da higienização, portanto, limpeza, o tônico e hidratar. E lembrar-se sempre do filtro solar. Se tiver dúvidas, consultar o dermatologista, este profissional é o mais qualificado para indicação dos dermocosméticos ideais.

Venha conhecer nossa loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.