Protetor Solar com Cor – Benefícios e Opções

Protetor Solar com Cor – Benefícios e Opções
Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

O protetor solar com cor é novidade para muitas pessoas, no entanto, é momento de rever os próprios conceitos acerca deste produto. O protetor solar com cor é cosmético prático, que oferecerá camada de proteção física para a derme, e confere blindagem que a versão branca não tem. É fundamental conhecer as vantagens que o filtro com cor oferece e certamente este produto merece espaço na rotina de skincare.

Diferença entre protetor sem cor e protetor com cor

Protetor solar com cor possui componentes que geram proteção química (esta que é presente em protetor branco), mas ainda a proteção física, portanto, barreira mecânica ao bloqueio de específicos comprimentos de luz.

Benefícios do protetor solar com cor

Devido a ter formulação contando com substâncias minerais que geram tipo de barreira na derme, o protetor solar com cor é capaz de fazer proteção da pele também em relação à ação de luz visível.

Luz que as pessoas podem enxergar, a que é criada por várias telas e mesmo a luz que faz iluminação do ambiente, possui papel essencial em aparecimento das manchas na derme, trata-se de grande inimiga aos indivíduos que sofrem de condições, de exemplo o melasma.

Praticidade do protetor com cor

Este produto é muito prático, além de gerar proteção necessária para raios UVB, UVA, luz visível. Devido a já ter cor parecida com a da pele na própria formulação, o protetor com cor pode fazer substituição de cosméticos, um exemplo é o BB Cream, a base, e agilizar a rotina de cuidados.

Na atualidade, se pode achar o protetor solar com cor em muitas versões quanto aos tons, e há marcas específicas direcionadas à pele negra, oferecendo certeiras tonalidades para toque natural da aplicação. Vários dos filtros com cor contam com cobertura alta, gerando resultado ótimo.

Maquiagem e protetor solar com cor

Não existe qualquer problema em usar vários produtos após aplicar o filtro solar, já que muitas pessoas têm dúvidas se pode passar maquiagem após usar. A correta ordem para a rotina de cuidados é limpar a face usando específico sabonete para esta região e ao tipo de pele que tem, na sequência, usar o protetor solar, e finalizando, a make.

Todos os tipos de pele podem utilizar o protetor solar com cor. Hoje há várias texturas deste produto e disponibilidade no creme, gel creme, e na forma de pó compacto. Este cosmético ainda tem variedade no FPS, e em relação à intensidade da cobertura de cor e no toque de tipo seco ou hidratante. É importante visitar o dermatologista para que se entenda a versão ideal para o tipo de pele em cada caso.

Fator de proteção ideal

A recomendação da Sociedade Brasileira de Dermatologia é que todo protetor solar deve ter, ao mínimo, FPS equivalente a 30. É essencial verificar ainda em rótulo se há descrição de proteção contra raios UVB e UVA.

Protetor solar com cor, físico e químico

Anteriormente, várias pessoas pensavam que o filtro solar químico e o físico faziam proteção da derme de modos diferentes, sendo o químico a absorver radiação pela reação química, e o físico a refletir luz.

Mas, estas teorias mudaram, com estudos mais recentes mostrando que o modo de proteção para filtros físicos e químicos têm funcionamento por meio de absorção. Assim, a história de que um absorve e o outro reflete já não corresponde ao correto mais.

E, ambos fazem proteção da derme contra raios ultravioleta. No entanto, não é apenas esse tipo de radiação responsável por danos na área cutânea. Luz visível é perigosa também, podendo gerar câncer de pele, manchas de melasma.

É emitida por celular, computador, lâmpadas, também denominada como luz artificial, e assim é essencial usar filtro solar até no ambiente que se encontra protegido do sol. Filtro com cor atua de barreira física, como viseira ou chapéu, devido aos seus pigmentos que auxiliam para garantia desta extra proteção.

Protetor solar com cor auxilia contra manchas solares e melasma

Todos os protetores solares auxiliam em relação a clarear a derme preventivamente, contando ou não com ativos com tal ação em associação. Com uso de forma adequada, em indicada frequência, os produtos proporcionarão clareamento para manchas naturalmente, segundo a renovação da derme, a prevenir surgimento das marcas futuras.

A questão é que a maior parte das pessoas não aplica filtro em adequada quantidade ou corretamente, e assim, termina com proteção abaixo do aguardado, com risco de aparecimento das doenças e manchas da pele. De forma e evitar tal cenário, a indicação é investir no filtro com FPS superior à garantia da eficiente defesa.

Vale lembrar que a visita ao dermatologista é muito importante para avaliação da pele, para entender quais produtos ideais aplicar para cada caso. Assim como as medidas necessárias para pele saudável, nutrida e também protegida com proteção solar.

Blog Dermadoctor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.