Espinhas nas Costas, como Tratar?

O que causa a ESTRIA? Quais são os tratamentos?
15 de janeiro de 2019
5 Erros ao Aplicar o Protetor Solar!
18 de janeiro de 2019

Espinhas nas Costas, como Tratar?

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

Espinhas nas costas, como tratar? representam um problema de pele que é comum para os jovens, porém que pode aparecer ainda nos adultos que tenham predisposição ou na gestação, ou no período de menstruação, já que nessas fases são percebidas mudanças hormonais que podem ocasionar acúmulo e aumento de oleosidade na pele.

            E o aparecimento das espinhas é ainda estimulado pela utilização dos produtos que geram maior obstrução dos poros, como cosméticos oleosos e cremes, de exemplo, sem contar a ingestão excessiva das frituras, doces, bebida gaseificada, já que aumentam inflamação também, e estes itens devem ser evitados.

Tratamento das Espinhas nas Costas

            Quando se fala em tratar espinhas nas costas, é essencial consultar o dermatologista, este vai fazer avaliação da pele, além da prescrição dos produtos, de exemplo loções com base em peróxido de benzoíla ou mesmo o ácido acetilsalicílico, sendo exemplos, e é fundamental também aplicar algumas ações em casa como esfoliar levemente 2 vezes semanalmente, e a ingestão de em torno de 2 litros de água a cada dia.

Remédios de Maior Uso

            Tratar acne nas costas deve ocorrer, com preferência, através da utilização dos produtos tópicos, à base de cremes ou loções com substâncias que previnem e secam espinhas, de acordo com o dermatologista.

            São algumas opções:

– Loções tônicas para limpar a pele, com uso diário a reduzir oleosidade e para prevenção das espinhas.

Sabonete anti-acne, que seja à base de ácido salicílico, peróxido de benzoíla, ou enxofre, de exemplo, que auxilia para controle e combate do aparecimento das espinhas.

– Isotretinoína, popular como Roacutan, tem prescrição pelo dermatologista nas situações em que a acne é intensa e bastante inflamada.

Cremes e pomadas que apresentem concentrações maiores do peróxido de benzoíla, ácido retinóico, ácido salicílico, isotretinoína, adapaleno, como exemplo, são capazes de tratar a maioria dos casos.

– Antibióticos com utilização tópica ou o comprimido, para situação de maior gravidade e resistência às outras opções, com prescrição por médico.

            E há além dos remédios, as técnicas de radiofreqüência, laser e luz pulsada, fototerapia com luzes especiais, como exemplo, que vão tratar espinhas.

Tratamento Caseiro

            Ao tratamento de espinhas localizadas nas costas é possível:

– Aplicar esfoliação nas costas, 2 vezes semanalmente, usando produto esfoliante ou esponja vegetal.

– Consumir ao menos 1.5 litros de água para que a pele seja mantida hidratada.

– Os alimentos ricos na gordura e açúcar devem ser evitados, sem contar produtos industrializados, como embutidos, enlatados, e a bebida com álcool ou gás.

– Aplicar hidratante a cada dia que seja oil free, para pele acneica.

– Dar preferência para protetor solar oil free, na exposição ao sol.

– É importante evitar espremer a espinha, já que pode causar infecção da pele e piora do problema.

            Expor-se ao sol contribui para secar a pele, e assim, reduz a quantidade das espinhas, porém, é essencial evitar expor-se exageradamente e os momentos da luz de maior intensidade, que é entre 10 horas e 16 horas, já que a produção do suor causa mais oleosidade para pele, o que pode terminar a agravar a questão.

Espinhas nas Costas Durante a Gestação

            Espinhas na gestação podem aparecer por causa das mudanças hormonais, já que acontece aumento para hormônios, de exemplo a progesterona, que causa mais oleosidade para pele e vai tapar poros, contribuindo para desenvolver acne nos seios, costas, ou rosto.

            As espinhas quando aparecem, são mais freqüentes nas semanas iniciais, quando o organismo percebe mudanças hormonais. Nessas situações, a orientação é consulta com dermatologista de modo a realizar tratamento mais apropriado, pois a gestante não pode ingerir qualquer tipo de medicamento.

Cuidado com a Limpeza da Pele

            A pele que não é limpa corretamente pode ficar com oleosidade acumulada, o que vai obstruir poros e contribuir para formar cravos e ainda desenvolvimento das espinhas.

            Para tratar, o rosto deve passar pela lavagem ao menos 2 vezes diariamente, ao acordar e no final do dia. A pele bastante oleosa pode ser higienizada até 3 a 4 vezes diariamente. Sobre a preferência devem ser utilizados produtos particulares ao tipo da pele, segundo orientação depois que o dermatologista avaliar.

Retirar a Maquiagem Sempre

            Assim que possível, a maquiagem deve ser retirada, já que o acúmulo na pele gera também obstrução de poros e contribui para composição das espinhas e cravos, em especial, produtos que tenham qualidade baixa com produção à base dos óleos.

             A pessoa que possui tendência para acne, a indicação é utilização das maquiagens específicas à pele oleosa, que seja à base de água, mas, o apropriado é tentativa de manter a pele o mais natural possível, sem contar retirar sempre a maquiagem totalmente, usando demaquilante na chegada em casa.

            O sol é mais um fator relevante. É ideal evitar se expor demasiadamente ao sol, com preferência para horários de incidência inferior da radiação UV, um exemplo anteriormente às 10 horas ou depois das 16 horas. E proteger-se sempre com uso do protetor solar apropriado.

Venha conhecer nossa loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.