7 Segredos Antiidade
7 de fevereiro de 2020
O Poder do Ácido Hialurônico para Pele
11 de fevereiro de 2020

Cuidados com a Pele Oleosa

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

A pele hidratada e sequinha ao mesmo tempo não é algo simples, em especial se tiver pele oleosa. Brilho em excesso, com presença mais marcante pela zona T, ou seja, queixo, nariz, testa, pode representar um incômodo e surgir em mais regiões da face. E espinhas e cravos têm maior freqüência em quem possui tal característica.

            Trata-se de uma questão que pode também mostrar muitas causas. E com determinados cuidados especiais, alterações do comportamento, e com utilização dos produtos específicos ao tipo de pele que tem, há possibilidade portanto de chegar à textura que deseja, pele saudável e hidratada.

Causas da Pele Oleosa

            São as causas da pele oleosa:

  • Fator genética. Cada pessoa apresenta sua produção de sebo “programada” por genética.
  • Produção de sebo excessiva. A derme fica oleosa se houver produção de sebo excessiva por glândulas sebáceas. Com este fator, pode acontecer surgimento das espinhas e cravos.
  • Aplicação em excesso dos cosméticos e maquiagens, como também alimentação, prática dos exercícios físicos, utilização de determinados remédios, podem ainda favorecer à oleosidade da pele maior.
  • Meio ambiente. Os ambientes e países que têm temperaturas altas favorecem também para que haja maior oleosidade da pele.

A derme oleosa pode ser também conseqüência assim dos fatores citados em combinação, ou mesmo ser motivada por somente um dos fatores de modo isolado. É importante, independente do caso, entender as características da pele oleosa.

Características da Pele Oleosa

            A pele oleosa é percebida por produção maior pelas glândulas sebáceas do sebo, e apresenta, no geral, excesso de brilho em especial na zona T, superfície mais espessa. E há maior dilatação dos poros por causa da excessiva oleosidade. E tem também mais chance, portanto, de sofrer com espinhas e cravos.

            Sobre os poros dilatados, poros têm abertura para que seja eliminada a secreção oleosa decorrente das glândulas sebáceas, isso pela superfície da derme. Em relação ao brilho em excesso, com maior produção de sebo e superfície mais grossa, portanto a pele mostra aspecto de brilho.

            Já sobre as crises de acne, a exagerada produção do sebo também favorece surgimento das espinhas, já que deste modo, é facilitada então a proliferação das bactérias, o que gera folículos inflamados.

Quais São os Cuidados com Pele Oleosa?

            Aplicando cuidados e dicas, com a pele oleosa, então há possibilidade para evitar excessivo brilho e mesmo surgimento das espinhas.

– Filtro Solar e Limpeza Adequada

           Alem disso é necessário também aplicar filtro solar apropriado ao tipo de pele, já que o produto deve aderir corretamente à pele, sem contar apresentar substâncias que auxiliam para controle de oleosidade.

            No caso da pele oleosa, não é necessário lavar a face diversas vezes pelo dia, porém, na realidade, utilizar sabonetes ou mais produtos específicos ao tipo de pele que tem. A indicação é fazer limpeza ao máximo 3 vezes pelo dia. E, usar sabonetes comuns pode ampliar oleosidade da derme, já que a fricção vai estimular glândula sebácea.

            A lavagem do rosto usando água quente também auxilia ainda em processo da produção do sebo, como também banho tão demorado e quente. A água fria auxilia para diminuir oleosidade. Oleosidade dos cabelos pode passar à derme, assim, se tiver franja, manter a mesma bem limpa sempre ou evitar a franja.

– Maquiagem na Pele Oleosa

            Maquiagem é capaz de fato, de abafar glândula sebácea, assim, ao usar produtos desse tipo na face, aumenta a produção do sebo. No momento da maquiagem, é necessário fazer boa limpeza da pele anteriormente e depois da sua utilização.

            Não ter medo de pó facial. Depois de passar a base, criar efeito fixador e também iluminador, com uso do pó facial. Porém, no lugar de arrastar pincel pelo rosto, usar esponja de maquiagem e fazer pressão do produto em regiões que deseja, esta dica faz a maquiagem permanecer intacta por tempo muito maior.

            Na realidade, não exagerar no uso do hidratante. Antes da aplicação do primer, um comum equívoco é usar hidratante facial ou o protetor solar em quantidade exagerada. Essa ação pode influenciar de modo direto em oleosidade excessiva da derme, e em derretimento da make.

– Controlar Oleosidade

            Leite e derivados favorecem então produção do óleo de glândulas sebáceas, desta forma, o ideal é evitar estes alimentos no caso da pele oleosa. E um exemplo é associar ingestão do chocolate com surgimento da espinha, o que ocorre com a versão que é ao leite, e não com as que possuem índice alto do cacau.

            É necessário, de fato, conhecer os produtos que são perfeitos ao tipo de pele que tem, e seguir os passos citados, então, vai ser possível contar com pele saudável e visual mais seco. O cuidado com a pele oleosa não demanda tarefa super difícil, e ao entender as características, e como o tratamento deve acontecer com a pele oleosa, o processo passa a ser mais fácil ainda.

Venha conhecer nossa loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.