O Poder do Ácido Hialurônico para Pele
11 de fevereiro de 2020
Como Identificar seu Tipo de Pele e os Cuidados com ela
13 de fevereiro de 2020

Como Fazer Detox das Unhas?

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

O detox para unhas é um meio de recuperar a saúde das mesmas. Esta desintoxicação deve ser definida. É comum que as mulheres aparem e limpem as unhas, removam cutículas, então lixar e pintar usando esmaltes.

            Também há várias mulheres que são adeptas também de unhas postiças, unhas de gel, esmaltação em gel, ou unha de porcelana. Estas técnicas podem também no decorrer do tempo favorecer fragilidade ungueal, por causa dos produtos químicos em excesso usados.

            Se isto acontece, ficam as unhas mais porosas e finas, desfolhando, quebrando mais facilmente. O que os salões de beleza apontam como solução para essa demanda se caracteriza o detox. Este processo, lá, é recomendado às mulheres que reclamam de unhas descamando, quebradiças e, ou com ressecamento da cutícula.

Características do Detox das Unhas

            O processo se caracteriza na retirada de impurezas químicas que ficam nas unhas por excessiva utilização do esmalte, adesivos, cola para unha postiça, e mais produtos. De acordo com salões, deve acontecer ao menos a cada 15 dias, ou a cada mês, com possibilidade de fazer em casa.

            Essa técnica consiste na ação de lixar a região superior da unha e uso do esfoliante em seqüência. Então, fazer o enxágüe das mãos e a hidratação com auxílio do creme hidratante. Depois do procedimento, é indicado que fique longe dos esmaltes a cliente, por ao menos tempo de 3 a 5 dias.

Benefícios para Saúde das Unhas

            Lixar a superfície da unha, não é indicado, porque pode favorecer fragilização maior das unhas, e também deixá-las mais finas, assim, sujeitas para doenças, de exemplo micose. No entanto, qual a razão de o detox parecer ter efeito? A realidade é que ao hidratar a cada período de 15 dias a unha, e permanecer de 3 a 5 dias sem a esmaltação, se recuperará bem.

            Esmaltes apresentam na composição os agentes que podem então digerir queratina, ou seja, proteína que compõe a unha. Deste modo, aparecem mudanças sobre superfície da unha, que são esbranquiçadas, populares para dermatologistas com termo “pérolas de queratina”. É por esta razão, que mesmo com tudo, o detox funciona aparentemente.

Como Fazer o Detox para Unhas?

            Muitas se indagam sobre qual a melhor forma para quem deseja ter unhas saudáveis. Inicialmente, não fazer remoção da cutícula toda, já que a saúde da unha vai depender da cutícula. A função das cutículas é a proteção da “fábrica” da unha e também não permitir entrada dos agentes químicos, fungos e bactérias.

            Hidratação a cada dia as deixa transparentes praticamente, e quanto menos remove as cutículas, mais delicadas e finas vão ficar. O bom é somente retirar o excesso com auxílio da cureta, que é o instrumento adequado a cuidar de unhas. Espátula e alicate devem ser utilizados cautelosamente, sem exceder.

            Já o corte das unhas é indicado arredondado para mãos, pois isto vai proteger contra quebra na rotina, e formato quadrado aos pés, evitando encravar. O ato de lixar se resume melhor em comparação com corte usando tesoura ou mesmo alicate, e é interessante ocorrer este procedimento depois do banho, porque é minimizado o trauma através do amolecimento por água das unhas.

            Mais uma dica é evitar lixar superfície da unha, e ao notar começar a descascar o esmalte, é bom remover o excesso todo a usar removedor, preferencialmente sem acetona, e ainda aproveitar permanecer aproximadamente 2 a 3 dias sem o uso do esmalte. Desta forma, em tal ocasião, hidratar bem cutículas e unhas. Trata-se do melhor detox que se pode fazer nas unhas.

Mais Força e Resistência para as Unhas

            Unhas finas, dobrando facilmente, e quase sem ter meia-lua perceptível. Por vezes, contêm estrias pela superfície e geralmente descamando pela ponta. Os motivos de unhas fracas mais comuns são usar substâncias químicas potentes, de exemplo as encontradas no produto de limpeza, anemia, alimentação ruim, menopausa, doenças de tireóide, e costume de roer.

            Ao contornar tais complicações, é necessário que em 2 frentes haja o ataque, ou seja, aprimorar função da matiz (raiz de unha), e então, fortalecer a região que cresceu já. É importante apontar a dieta composta de alimentos ricos na biotina, portanto, vitamina de complexo B, de exemplo soja, fígado bovino, ovos, farelo de trigo, banana e espinafre.

            Apostar ainda em bases fortalecedoras, que apresentam nonychosine e formaldeído. Formaldeído, mesmo com fama de ser vilão, se mostra ótimo endurecedor, e é liberada utilização pela Anvisa no esmalte em concentração correspondente a até cinco por cento. Mais uma solução, portanto, mergulhar unhas no óleo morno vegetal, como o de oliva, semente de uva, ou amêndoa, durante 2 minutos. Remover excesso e então selar hidratação usando base.

            De fato, a cutícula compõe barreira para proteger em relação às bactérias e fungos, e assim, dermatologistas dizem que não se deve remover a cutícula, porém, somente fazer hidratação e então empurrar.

Venha conhecer nossa loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.