Antigordura: Como Funcionam Esses Cosméticos?
30 de julho de 2019
Qual É a Diferença Entre Gel, Pomada, Cera e Spray?
1 de agosto de 2019

A Depilação a Laser Elimina os Pelos para Sempre?

Compartilhe com um amigo(a)








Enviar

Certamente, a depilação a laser não é exatamente uma prioridade para pessoas com uma discreta e suave penugem loira formada por pelos corporais e distribuição harmônica.

            Contudo, para as pessoas que sofrem pela massa de fios grossos, espalhados pelo corpo inteiro, escuros e rebeldes, este método pode se mostrar libertador. Já que após algumas sessões da depilação a laser, praticamente 100% dos pelos vão sumir.

            E, com certeza, pela segunda aplicação já, estarão mais finos e claros. Mais um ponto positivo é que laser é processo democrático, as máquinas novas possibilitam que pele bronzeada, morena e negra seja também depilada.

            A depilação não é para sempre. Afinal, não há laser que ofereça depilação definitiva, pois alguns podem retornar a nascer depois de determinado tempo. É preciso, assim, fazer manutenção anualmente, para o pelo mais persistente que possa aparecer. No entanto, associar a técnica correta com profissional e qualificado aparelho ao tipo de pele possibilita duradouras depilações.

Ação do Laser

O laser elimina o pelo, pois sua energia, na forma da luz, é captada e atraída por melanina, o pigmento encontrado na haste do fio e que dá sua coloração. Tal energia térmica é capaz de destruir ou retardar a capacidade de produção do folículo do fio novo. Pelos que não têm eliminação no momento, crescem de forma lenta, mais finos e claros. E quanto mais escuro for o pelo, o resultado com laser é melhor.

            Se dói a aplicação, isso depende. Para a pessoa que não tem problema com a cera, não sofrerá tanto assim pelo laser. No entanto, é importante entender que existe sim um desconforto para cada disparo.

            Sensação da ardência varia segundo sensibilidade do indivíduo, a região para depilar, taxa de estresse e mesmo período do ciclo menstrual, no caso das mulheres. Quanto mais fina e sensível for a pele da região a ser depilada, maior a sensação de desconforto.

A utilização dos anestésicos locais deixa as sessões com menos dor, em especial nas regiões de maior sensibilidade, de exemplo o buço, ou na sessão longa. Para quais regiões é mais indicado o laser? Todas as áreas corporais respondem bem ao tratamento a laser.

No país, a maior parte das clínicas usa do Light Sheer e Quantum, os 2 de diodo, que podem ser utilizados para todos os tipos de pele. No entanto, há também o laser de Alexandrite, de máquinas GentleLaser e Apogee, mais um laser de diodo, e luz intensa pulsada. Apenas o médico que é especializado em laser compreende o que é melhor para a pessoa.

Quantidade de Sessões e Resultado

Depois da primeira sessão, a região fica vermelha e quente. O incômodo segue de 2 a 4 horas na média, e após, determinadas regiões podem escurecer um pouco e compor crostas pequenas, que somem em dias.

            De acordo com a Sociedade Brasileira de Laser, o tratamento tem duração de 6 sessões, na média. Para cada aplicação, vários dos folículos pilosos têm destruição, não mais produzindo os pelos, ao passo que outros são danificados, possibilitando o retorno de nascimento dos fios.

            Para cada adicional sessão, sobreviventes seguem a reduzir, e após 4 a 6 aplicações, vão restar somente alguns pelos em região tratada. Para a dúvida se tiver poucos pelos, se pode eliminar estes em apenas 1 sessão, a resposta é não.

            O pelo apenas é destruído na fase do crescimento. Mesmo na região com quantidade pequena de fios, parte estará a crescer, parte no repouso. Sessões são feitas na média a cada 30 dias para que possam alcançar pelos em 2 fases. Depois da aplicação inicial, resultados já são notáveis, e no final das 6 aplicações, quase a quantidade total de pelos tem eliminação.

Cuidados Necessários

            Sobre os cuidados necessários antes e após a sessão, o adequado é ficar ao menos 3 semanas sem tomar sol anteriormente a iniciar o tratamento. Após cada sessão, a aplicação do gel calmante ainda em clínica é comum.

            Evitar transpiração ou calor intensos, e sol na região. Na situação da queimação ou ardência, fazer compressa gelada durante 30 minutos. Se existe algum perigo em utilização de laser, sim.

            Se a intensidade do aparelho não for bem calculada, podem acontecer queimaduras correspondentes ao segundo grau, composição das bolhas em determinados pontos, ou mesmo escurecimento temporário da área atingida.

            Por isso mesmo, o adequado é que seja bem leve a primeira sessão, com graduação baixa do aparelho. Dessa forma, o profissional pode fazer avaliação da derme. A depender do tipo do laser usado, se tomar sol de forma direta na região depilada em dias iniciais depois da sessão, há risco de manchar.

            A manutenção depende do surgimento dos pelos novos no local. É indicado imaginar a pele como campo semeado. É possível eliminar a plantação madura toda, porém, nada impede que uma esquecida semente germine após alguns anos ou meses. Com o pelo ocorre o mesmo. Isto é possível já que há folículos imaturos, que se desenvolverão em futuro.

Venha conhecer nossa loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.